Corpo Docente

Coordenação

  • Doutor António Melo
  • Doutor Paulo Dias

 
 

ALEXANDRA PATRICIA ESTEVES
Fragilidade e limitações no envelhecer da Vida    

 

 

 
 

É doutorada em História Contemporânea pela Universidade do Minho, com a tese Entre o crime e a cadeia: violência e marginalidade no Alto Minho (1732-1870). Licenciada em História, ramo científico pela mesma universidade, atualmente, é professora auxiliar convidada da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Católica Portuguesa e investigadora do Centro de Investigação Trandisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM), na Universidade do Minho. Desenvolve presentemente um projeto de pós-doutoramento intitulado Saúde pública e assistência no Norte de Portugal: o distrito de Viana do Castelo (1834-1926). A sua investigação insere-se no campo da História Social, muito particularmente nos domínios da história da marginalidade, violência e prisões nos séculos XVIII e XIX, e da saúde nos séculos XIX e XX. Autora de vários trabalhos científicos, tem apresentado os resultados da sua investigação em vários congressos e em revistas da especialidade nacionais e estrangeiras.

 
 

ÁLVARO BALSAS
Ciência e Religião    

 

 

 
 

Professor Auxiliar da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa (UCP), em Braga, onde ensina as disciplinas de Lógica, Estatística, Filosofia da Natureza, Filosofia Medieval e Cristianismo e Cultura. É doutorado em Filosofia da Ciência pela UCP, com a tese Realismo e Localidade em Mecânica Quântica. Fez estudos de Filosofia (Braga) e de Teologia (Madrid e Berkeley, USA), tendo obtido o grau de Mestre em Teologia Sistemática, com a tese Divine Action and the Laws of Nature: An Approach Based on the Concept of Causality Consonant with Contemporary Science. É Licenciado em Física (Coimbra) e foi Assistente de Física na Universidade de Aveiro, onde prestou Provas de Aptidão Pedagógica e Capacidade Científica na área de Mecânica Quântica. Tem desenvolvido e publicado a sua investigação nas áreas de Fundamentos de Mecânica Quântica, de Física da Matéria Condensada, de Filosofia da Ciência e de Ciência e Religião, sendo também Adjunto do Director da Revista Portuguesa de Filosofia. É sacerdote e membro da Companhia de Jesus.

 

 
ANA PAULA PINTO
Monumentos Literários    

 

 

 
 

Ana Paula F. Pinto é licenciada em Humanidades pela Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa (1989), onde também concluiu, na área de Literatura Grega, e sob a orientação da Professora Maria Helena da Rocha Pereira, as suas Provas de Capacidade Científica e Aptidão Pedagógica (1998) e o seu Doutoramento (2007). Pertence ao corpo docente da mesma Faculdade desde 1990, tendo leccionado várias unidades curriculares, sobretudo da área dos Estudos Clássicos, em Cursos de Licenciatura e Mestrado de Humanidades, Filosofia, Filosófico-Humanísticos, Ciências da Comunicação, Ciências da Informação e Documentação, Estudos Portugueses e Espanhóis, e Teologia. Actualmente, enquanto membro integrado do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos, na categoria de Professora Auxiliar, lecciona nas três Faculdades do Centro Regional de Braga da Universidade Católica, a Faculdade de Filosofia, a Faculdade de Teologia e a Faculdade de Ciências Sociais. Dentro da sua área científica, tem privilegiado as linhas de investigação de Língua e Literatura Grega, Língua e Literatura Latina, Cultura Clássica, Mitologia Clássica, Religião Grega, e Língua Portuguesa. Além de ter já organizado alguns encontros científicos internacionais sobre a pervivência de temas e autores da Antiguidade Clássica, tem também, nesta área de investigação, participado como conferencista em eventos, e publicado diversos textos. É ainda secretária da *Revista Portuguesa de Humanidades*, publicação anual da Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa.
 

 

ÂNGELA AZEVEDO
Orientação para a Carreira    

 

 
 

 

 
 

ANTÓNIO CALHEIROS
Cultura e Cidades Criativas    

 

 

 
 

Tem como graus académicos a Licenciatura em Teologia, concluida com 16 valores. O Mestrado em Planeamento Urbano e Regional, concluido com Muito Bom. E o Diploma de Estudos Avançados - Sobresaliente.
Profissionalmente exerce: Leccionação no Ensino Superior; Actividade de Assistente de Coordenação em cursos de mestrado e de pós-graduações; Orientação de projetos de pós-graduações; Arguente em provas de pós-graduações; Diversas comunicações e publicações.

 
 

ANTÓNIO MELO
História da Arte    

 

 

 
 

Professor Auxiliar da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa, em Braga, na área disciplinar de Estudos Clássicos. Licenciado em Humanidades (Braga, 1984). Doutorado em Humanidades, na especialidade de Literatura Latina (Braga, 2001). Tem ensinado Língua Latina, Cultura Clássica e História da Arte Antiga, ao nível das licenciaturas; Matrizes Clássicas da Literatura Portuguesa, ao nível dos cursos de mestrado e doutoramento. Tem centrado o desenvolvimento do seu trabalho de investigação no humanismo renascentista, no âmbito do qual tem colaborado regularmente em projetos de investigação desenvolvidos nas universidades de Aveiro, Extremadura e Granada.

 
 

ANTÓNIO PACHECO PALHA
Fragilidade e limitações no envelhecer da Vida    

 

 
 

 

 
 

ARTUR GALVÃO
Cinema e Filosofia    

 

 

 
 

Professor Assistente da Faculdade de Filosofia da U.C.P. As suas áreas de lecionação e investigação são as da epistemologia, linguagem e ciências cognitivas. É secretário da Revista Portuguesa de Filosofia. Tem lecionado em várias ações de formação dedicadas à filosofia no cinema.

 
 

AUGUSTO SILVA
Português de Portugal e do Brasil    

 

 

 
 

É Professor Catedrático de Linguística da Faculdade de Filosofia da UCP. As suas áreas de investigação são a semântica, as bases concetuais da gramática e a variação linguística. Coordena os projetos de investigação de Linguística Cognitiva do Português e de Variação entre Português Europeu e Brasileiro. É diretor do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos e coordenador da Licenciatura em Ciências da Comunicação e do Doutoramento em Linguística.

 
 

CARLOS MORAIS
Estética e Arte    

 

 

 

 

 
 

FABRIZIA RAGUSO
Cinema e Generatividade    

 

 

 
 

É Professora Auxiliar da Universidade Católica Portuguesa, Centro Regional de Braga, Faculdade de Filosofia, é Licenciada em Psicologia Clínica na Universidade "La Sapienza" de Roma e em Teologia na Universidade de Lubiana (Eslovénia); formada em Psicologia Relacional e Terapia Familiar na Academia de Terapia Familiar de M. Andolfi em Roma, e Doutorada em Filosofia Ética na Universidade do Minho. Lecciona Psicologia da Família e Modelos Sistémicos na Licenciatura em Psicologia da Faculdade de Filosofia do Centro Regional de Braga da UCP, e é coordenadora do 2º ciclo em Psicologia da Família, da mesma Faculdade, no qual lecciona Couselling da Gravidez e da Parentalidade, Antropologia da Família e o Seminário de Acompanhamento.
Está a realizar, no âmbito do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Faculdade de Filosofia de Braga, investigações na área da Clínica Familiar e do Multiculturalismo. No ano letivo 2009/2010 foi Junior Resecher na Alta Scuola de Psicologia "Agostino Gemelli" da Universidade Católica de Milão.

 
 

FILOMENA PONTE
História da Arte    

 

 

 
 

É Professora Auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais - UCP-Braga. Cordenadora dos Mestrados em Ciências da Educação. Investigadora na área da Educação Especial. Doutorada em Psicologia Evolutiva e da Educação pela Universidade de Santiago de Compostela - Espanha. Mestre em Formação Psicológica de Professores pela Universidade do Minho-Braga. Licenciada em Ciências da Educação: Educação pela Arte.

 
 

ISABEL VARANDA
Vida da morte e morte da Vida    

 

 
 

 

 
 

JOÃO AMADEU CARVALHO
Estética e Arte    

 

 

 
 

Concluiu a Licenciatura em Humanidades na Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa, em 1984. Leccionou na Escola Secundária de Fafe, entre 1983 e 1995. Em 1995, concluiu o Mestrado em Literatura Portuguesa Contemporânea, na Faculdade de Filosofia da UCP, passando a pertencer ao quadro dos docentes desta instituição a partir desse ano, em regime de dedicação exclusiva. Em 2002, defende, em provas públicas, na Faculdade de Filosofia, a Tese de Doutoramento dedicada à poesia de Herberto Helder.
Lecciona actualmente disciplinas das Licenciaturas em Estudos Portugueses e Espanhóis, Ciências da Comunicação, Estudos Artísticos e Culturais e Ciências da Informação e da Documentação. No Mestrado e no Doutoramento, leciona Literatura Portuguesa Contemporânea. Coordena a Licenciatura em Estudos Portugueses e Espanhóis e o Mestrado em Ensino de Português e Espanhol. Tem assento no Conselho Científico da Faculdade de Filosofia, é membro da Direção da Faculdade de Filosofia e da Direção do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos, para além de coordenar a Linha de Investigação Estudos Literários e Culturais, no âmbito da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Pertence ainda ao Conselho de Redação da Revista Portuguesa de Humanidades.

 
 

JCMajor
JOÃO CARLOS MAJOR
Neuropsicologia I e II

Doutor em Psicologia pela Universidad de Extremadura, Espanha. Psicólogo Clínico e Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.
Professor do Curso de Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, UCP - Braga. Coordenador da ‘Formação Avançada em Psicologia Analítica’ da UCP - Braga. Membro da International Academy of Analytical Psychology, da International Society for Biosemiotic Studies e da Code Biology Society.

   

 

 
 

JOÃO CARLOS ONOFRE
O Mundo dos Sentidos    

 

 
 

 

 
 

JOÃO DUQUE
Cultura Musical    

 

 

 
 

É doutorado em Teologia Fundamental (Phil.-Theologische Hochschule Sankt Georgen, Frankfurt, Alemanha), com uma tese sobre uma recepção teológica da filosofia da arte de Gadamer. É Professor Associado com Agregação da Faculdade de Teologia da UCP (Braga, Porto e Lisboa), e docente convidado na Faculdade de Filosofia (Braga), na Escola das Artes (Porto) da Universidade Católica Portuguesa, e no Instituto Teológico Compostelano, agregado da Universidade Pontifícia de Salamanca. Desde 2007 e Diretor do Núcleo de Braga da Faculdade de Teologia. Desde 2011 é Presidente do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa. Para além da tese de doutoramento (Die Kunst als Ort immanenter Transzendenz, Frankfurt: Knecht, 1997), publicou Homo credens: para uma Teologia da Fé (UCEditora, 2002, 2ª Ed. 2004), Dizer Deus na pós-modernidade (Ed. Alcalá, 2003), Cultura contemporânea e cristianismo (UCEditora, 2004), O excesso do dom: sobre a identidade do cristianismo (Ed. Alcalá, 2004), Educar para a diferença (Ed. Alcalá, 2005), A transparência do conceito: estudos para uma metafísica teológica (Lisboa: Didaskalia, 2010), Fronteiras: leituras filosófico-teológicas, (UCEditora-Porto, 2011). É casado e pai de três filhos.

 
 

JOAQUIM FÉLIX
Rito e Liturgia    

 

 

 
 

É Professor Auxiliar da Faculdade de Teologia Braga. Possui o Doutoramento em Liturgia, Pontificium Athenaeum S. Anselmi de Urbe - Pontificium Institutum Liturgicum (Roma), Summa cum laude Tem como linhas de investigação (privilegiadas): Estudo e edição das fontes manuscritas e impressas do Rito Bracarense; Originalidade e dependência do Rito Bracarense em relação à liturgia Romana e a outras liturgias ocidentais não romanas; Valorização cultural de preciosidades literárias medievais; Arquitetura e arte ao serviço da Liturgia. Publicações mais recentes:
Carta 57 de S. Jerónimo: AD PAMMACHIUM DE OPTIMO GENERE INTERPRETANDI, [versão em latim e português], A Phala 1 (2007) 111-131.
«A liturgia em Braga», Didaskalia 2 (2007) 139-184
«Sacramentalidade da fé e simbólica eucarística», Theologica 1 (2008), 65-102.
Pontifical de Luxo Brácaro-Romano. Ms. 870 do Arquivo Distrital de Braga (1485-1516), ed. Perda Angular, Lisboa 2010.
«S. Geraldo e a liturgia», in IX Centenário de S. Geraldo (1108-2008), Colóquio de Estudos e outros Atos Comemorativos (Memorabilia Christiana) Braga 2011, 113-154.

 
 

JOSÉ CÂNDIDO MARTINS
Literatura e Espiritualidade    

 

 

 
 

Docente e investigador da UCP. Coordenador do Mestrado e do Doutoramento em Literatura Portuguesa, diretor da Biblioteca da Faculdade de Filosofia. Alguns livros publicados: Teoria da Paródia Surrealista (1995); Para uma Leitura de 'Maria Moisés' de Camilo Castelo Branco (1997); Fidelino de Figueiredo e a Crítica da Teoria Literária Positivista (2007); e Viajar com... António Feijó (2009).

 
 

JOSÉ CARLOS MIRANDA
Cultura Musical   |   Ter corpo e Ser corpo    

 

 

 
 

Licenciou-se em Filosofia e Humanidades Clássicas (UCP, Braga, 1986) e em Teologia (Universidade Gregoriana, Roma, 1991). Foi Assistente do Centro de Estudos Clássicos da UCP (96-98), Bolseiro da Comissão para as Comemorações dos Descobrimentos junto do Arquivo Secreto Vaticano (99-00) e da Fundação para a Ciência e Tecnologia junto da Universidade Lateranense (00-03), onde se doutorou com uma tese sobre o confronto e interação dos modelos socio-políticos da Antiguidade e do Cristianismo. Desde 2004, é Professor Auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais de Braga da UCP onde leciona, entre outras, as unidades curriculares de Ética dos II Ciclos e onde faz parte do Conselho Científico e do Conselho de Direção. É autor de diversas publicações, destacando-se a sua participação como Coordenador Científico do Segundo e do Terceiro Volume da obra "Arquivo Secreto do Vaticano (3 Volumes) - Expansão Portuguesa — Documentação ", publicado pela Esfera do Caos em 2011.

 
 

JOSÉ GAMA
Vida da morte e morte da Vida    

 

 

 
 

Professor Associado na Faculdade de Filosofia de Braga da UCP, desde Fev. 2001, leciona as disciplinas "Filosofia em Portugal" e "Cultura Portuguesa". Principal área científica de investigação: Pensamento Português - Filosofia e Cultura. Outras áreas científicas de interesse: Filosofia da Cultura e Cultura Brasileira.
Publicações recentes: (2009) Cultura e Filosofia – Estudos sobre o pensamento português. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia. (2011) José Gama (Coord.) – Diamantino Martins. Uma filosofia existencialista e cristã. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia. (2011) José Gama et al. – Cultura Portuguesa: Interculturalidade e Lusofonia. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia. (2011) "O tema da cultura em Leonardo Coimbra", RPF, 67,2 (2011) 305-316. (2012) "A força da cultura em Bento de Jesus Caraça", Estudos Filosóficos, S. João del Rei (Brasil), nº 8, 2012, p. 95-107.

 
 

JOSÉ RUI DA COSTA PINTO
Bioética    

 

 

 
 

Especializou-se em Teologia Moral, na Universidade Gregoriana de Roma e fez o Doutoramento em Filosofia Contemporânea na Universidade Católica Portuguesa. É, desde 1977, Professor da Faculdade de Filosofia, onde tem lecionado, entre outras, as disciplinas de Filosofia Antiga, Filosofia Moderna, Filosofia da Religião, Cristianismo e Cultura, Ética Médica, Teodiceia e Ontologia. Foi Adjunto do Director da Faculdade de Filosofia (1977 a 1987) e Secretário da mesma Faculdade (1987 a 1994). Foi ainda Coordenador do Curso de Licenciatura em Enfermagem (1991 a 1998) e Presidente da Comissão Pedagógica do Curso de Filosofia (2003 a 2005).
É autor dos seguintes livros: Questões Actuais de Ética Médica (Braga, 1996 – 4ª Edição), Crescer Juntos (Braga, 1990), Ética e Política (Braga, 1982), Manipulação Genética (Braga, 1985), A Emergência da Subjectividade em Roger Garaudy (Braga, 2003), Bioética para todos (Braga, 2006). Tem publicado diversos artigos nas revistas: Brotéria, Theologica, Acção Médica, Revista Portuguesa de Filosofia e Memoria.
É colaborador da Enciclopédia Verbo e da Enciclopédia LOGOS. Participou em mais de três dezenas de júris de mestrado e de doutoramento. É membro da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa e da Sociedade Católica Mexicana de Filosofia. É sócio do Centro de Estudos de Bioética. É Presidente da Comissão de Ética da Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática.

 
 

LUÍS DA SILVA PEREIRA
Monumentos Literários   |   Temas de Iconografia    

 

 
 

 

 
 

MANUEL SUMARES
Vida da morte e morte da Vida    

 

 
 


 

 
 

MJlopes
MARIA JOSÉ FERREIRA LOPES
Monumentos Lilerários I e II
Literatura e História de Portugal

 

 

Licenciada em Humanidades pela Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa (1989), onde também concluiu, na área de Literatura Latina, sob a orientação do Professor Américo da Costa Ramalho, as suas Provas de Capacidade Científica e Aptidão Pedagógica (1997) e o seu Doutoramento, acompanhada neste último também pelo Professor Amadeu Torres (“Estudo histórico, literário e linguístico da obra Commentarii rerum gestarum in India citra Gangem a Lusitanis anno 1538 de Damião de Góis”, 2007).
Pertence ao corpo docente da Faculdade de Filosofia desde 1990, tendo leccionado várias unidades curriculares, sobretudo da área dos Estudos Clássicos, História da Língua Portuguesa e Cultura Portuguesa, em Cursos de Licenciatura e Mestrado do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa: nomeadamente as licenciaturas em Humanidades, Filosofia, Filosófico-Humanísticos, Ciências da Comunicação, Ciências da Informação e Documentação, Estudos Portugueses e Espanhóis, Teologia, Turismo e Tecnologias da Informação e da Documentação; e os mestrados em Literatura Portuguesa – Época Contemporânea e em Literatura Latina. Na última década, alargou as suas actividades docentes a algumas cadeiras relacionadas com as Técnicas de Expressão do Português e com Língua Estrangeira (Inglês). Professora Auxiliar desde 2010, lecciona actualmente sobretudo nas Faculdades de Filosofia e Ciências Sociais.
Como membro integrado do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos, tem desempenhado funções de coordenação de projectos e organização de iniciativas como colóquios nacionais e internacionais e edição de livros, além de ter participado em vários eventos nacionais e internacionais. Exerceu também funções na direcção da Revista Portuguesa de Humanidades. As suas áreas de investigação, na sequência da temática do doutoramento, envolvem a Língua e Literatura Latinas (também do Renascimento), Cultura e História Romanas, Mitologia Clássica e Literatura e Cultura Portuguesas (Literatura Comparada, no referente às influências clássicas em autores portugueses, tais como Fernando Pessoa e Agustina Bessa Luís, entre outros; Cultura Portuguesa, a propósito de obras latinas do séc. XVI sobre a Expansão). Deste trabalho de investigação resultaram vários textos, entre os quais:
- “Damião de Góis e os clássicos: vestígios culturais e literários latinos nos Commentarii de Góis”, in Actas do Colóquio de Homenagem ao Prof. Amadeu Torres, 2005. Braga: Edições da Faculdade de Filosofia, vol. II, pp. 79-96.
- “Antínoo - o último mito / realidade do paganismo – e Fernando Pessoa”, in volume monográfico da Revista Portuguesa de Humanidades | Estudos Literários, 13-1 (2009), pp. 35-78.
- “A mulher na Historia Augusta: o extraordinário caso de Zenóbia”, in volume monográfico da Revista Portuguesa de Humanidades | Estudos Literários, 14-1 (2010), pp. 83-112.
- “Juliano em Pessoa e Kavafis: duas perspectivas de um imperador heróico”, in Mitos e Heróis: A expressão do imaginário, A. P. Pinto et alii (orgs.), 2012. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia, pp.441-462.
- “Verdade e exemplaridade nas narrativas do feminil linaje das “Coplas del Contempto del Mundo” do Condestável D. Pedro de Portugal”, in Narrativas do Poder Feminino, Mª José Ferreira Lopes et alii (orgs.), 2012. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia, pp.315-325.
- “Os exempla greco-latinos nas “Coplas del Contempto del Mundo” do Condestável D. Pedro de Portugal, “rey intruso” de Catalunha”, in Exempla Fidem Faciunt, Mª Luísa Trujillo, J. Villalba Ávarez (Editores), 2013. Madrid: Ediciones Clasicas, pp. 203-220.
- “De Pandora a Eva: fontes antigas da misoginia ocidental”, in Diacrítica 26-2, 2012, pp. 143-164.
- “«Instar martyrum»: a morte em combate como martírio nas narrativas dos Cercos de Diu de Damião de Góis”, in Do Reino das Sombras – Figurações da Morte, A. P. Pinto et alii (orgs.), 2014. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia (no prelo).

 

 
 

MÁRIO GARCIA
História da Arte   |   Literatura e Espiritualidade   |   Monumentos Literários    

 

 
 

 

 
 

PAULO DIAS
Psicologia e Desenvolvimento   |   Psicossociologia    

 

 

 
 

É Professor Auxiliar da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica. Licenciado no Instituto Superior da Maia, fez Mestrado em Ciências de Educação, especialização em Aprenizagem e Desenvolvimento Psicológico, na Universidade Católica Portuguesa – Porto, e Doutoramento em Psicologia da Saúde na Universidade Miguel Hernández de Elche. Atualmente é membro efectivo da Órdem dos Psicólogos e de sociedades científicas na área da Psicologia e Ciências da Educação. Tem colaborado em diversos projetos de investigação nacional e internacional e publicado em revistas na área da Psicologia e da Educação.

 
 

VICTOR NOVAIS
Rito e Liturgia